António Lopes (PSD) quer liderar Pedrógão Grande para combater despovoamento

104

O candidato do PSD a presidente da Câmara de Pedrógão Grande, António Lopes, disse hoje à agência Lusa que o combate ao despovoamento do concelho é uma das bandeiras da sua candidatura nas próximas eleições autárquicas.

“O diagnóstico que faço do concelho é de que necessitamos, urgentemente, de desenvolver ações para inverter o processo de despovoamento que está a ocorrer”, afirmou António Lopes, economista de 61 anos, considerando “o combate ao despovoamento uma tarefa árdua”.

Segundo o cabeça de lista, a candidatura do PSD “vai ter uma preocupação especial com a população idosa, no âmbito do seu acompanhamento, mas também da população jovem, no sentido de se fixar e evitar a sua debandada para outras zonas geográficas, do país ou estrangeiro”.

“Queremos também promover o retorno dos jovens e de empresários”, declarou António Lopes, militante do PSD, apontando que uma das suas propostas passa por atrair empresas tecnológicas, “à semelhança de outros concelhos, porque são empresas que empregam jovens e, assim, permitem que venham jovens de fora para rejuvenescer a população”.

António Lopes adiantou que quer desenvolver uma “candidatura harmoniosa, na qual todos estejam congregados num determinado objetivo, independentemente da orientação política”.

“Nós todos somos poucos para inverter esta situação [despovoamento]”, salientou.

O candidato explicou que aceitou o desafio para ser cabeça de lista neste município do norte do distrito de Leiria por entender que tem “capacidade, conhecimentos e experiências que podem ser úteis ao concelho, de acordo com as perspetivas do quadro comunitário de apoio e do Plano de Recuperação e Resiliência [para aceder às verbas comunitárias pós-crise da covid-19], no sentido de conseguir os apoios para o desenvolvimento do concelho”.

O recurso ao potencial dos recursos endógenos, para captar mais turismo e mais atividade económica neste setor, é outro dos objetivos da candidatura de António Lopes, que concorre também para recuperar a câmara para o PSD.

Residente em Pedrógão Grande, António Lopes integra os órgãos da Comissão Política Concelhia. Foi coordenador do gabinete de apoio à iniciativa e ao desenvolvimento local do Município de Pedrógão Grande, professor na Escola Tecnológica e Profissional da Zona do Pinhal, integrou a mesa administrativa da Misericórdia local e foi tesoureiro nos bombeiros voluntários.

António Lopes foi ainda vice-presidente da Associação Empresarial Penedo do Granada e Médio Zêzere e é vogal não executivo na Caixa de Crédito Agrícola.

Nas eleições autárquicas de 2017, o PS, liderado por Valdemar Alves, conquistou a Câmara de Pedrógão Grande, ao alcançar três de cinco mandatos. Nas eleições anteriores, em 2013, o autarca tinha encabeçado a lista do PSD, que obteve três de cinco mandatos.

Este mês foi conhecido que a concelhia do PS de Pedrógão Grande aprovou a recandidatura de Valdemar Alves, que está envolvido em processos judiciais relacionados com os incêndios de 2017.

Questionado sobre esta situação, o candidato social-democrata às eleições autárquicas afirmou: “O meu relacionamento com Valdemar Alves é normal, na base do respeito pelo presidente da câmara e pela decisão da concelhia do PS. Todas as pessoas são inocentes até a justiça decidir o contrário”.

O concelho de Pedrógão Grande contava com 3.410 habitantes em 2019, segundo as estimativas anuais da população residente do Instituto Nacional de Estatística.

fonte: noticias de coimbra