Benfica bate Ajax e está na final da UEFA Youth League

85

Três golos sem resposta valeram o triunfo das jovens ‘águias’, que no jogo decisivo vão agora enfrentar Real Madrid ou Salzburgo.

O Benfica está pela terceira vez na final da UEFA Youth League (Liga Jovem da UEFA), onde terça-feira vai tentar suceder ao FC Porto como vencedor da prova e erguer pela primeira vez o troféu, depois de este sábado, em Nyon, ter batido sem grandes dificuldades o Ajax por 3-0 na primeira das meias-finais da prova. As ‘águias’ ficam agora à espera do desfecho da outra semi-final, que vai opor Real Madrid e Salzburgo.

A equipa orientada por Luís Castro entrou bem no jogo e podia ter ganho vantagem logo aos dois minutos, por intermédio de Embaló, que com um remate em arco após erro da defesa adversária atirou a rasar o poste.

O Benfica continuou a pressionar bastante e aos 5′ houve novo lance de perigo iminente na área holandesa. Morato colocou a bola na profundidade, Tiago Araújo sprintou pela ala esquerda e cruzou rasteiro para Umaro Embaló. O atleta encarnado rematou ao lado, contudo, o lance foi invalidado por fora de jogo.

Aos 21 minutos, de livre, o Benfica voltou a ficar perto do golo, mas Gonçalo Ramos não conseguiu chegar a tempo de desviar para o fundo das redes. O Ajax tentou responder e, aos 24 minutos, também ameaçou, mas foi mesmo o Benfica a marcar.

Estavam decorridos 42 minutos de jogo no Centro Desportivo de Colovray quando, num momento de inspiração, Tiago Araújo recebeu a bola, enquadrou-se com a baliza e rematou forte para o 1-0.

Apesar de estar em vantagem, o Benfica voltou a mostrar-se uma equipa de ataque no segundo tempo e aos 53 minutos Paulo Bernardo, com tudo para marcar, falhou o 2-0. Um 2-0 que viria a aparecer à entrada para o quarto de hora final, assinado por Umaro Embaló.

No seguimento de um canto, a defesa do Ajax afastou a bola e o extremo benfiquista, sem deixar o esférico cair, atirou forte para o fundo das redes adversárias. E, se dúvidas ainda restavam, estas dissiparam-se três minutos depois.

Luís Lopes fugiu à marcação de um adversário, acabou rasteirado já dentro da grande área do Ajax e na conversão da consequente grande penalidade Tiago Dantas não perdoou.

fonte:sapo