Covid-19: Alerta em 3 concelhos da Região de Coimbra

140

Penela aumenta o índice de novos casos por 100 mil habitantes numa semana (de 204 para 334) e é um dos concelhos que não avança com o desconfinamento, integrando o grupo dos sete concelhos ao nível nacional com valores acima dos 240, com Risco Elevado (a amarelo).

Miranda do Corvo, concelho limítrofe, está também a registar um aumento de 165 para 173 novos casos por 100 mil habitantes, quase triplicando o índice de transmissibilidade, em duas semanas.

A Figueira da Foz registou um menor aumento, mas encontra-se também nos 29 concelhos com incidência da covid-19 superior a 120 casos por 100 mil habitantes nos últimos 14 dias em relação ao boletim da semana passada (de 128, a 9 de abril, para 145, a 16 de abril).

Vila Nova de Poiares está há um mês sem novos casos. O concelho de Coimbra mantém os valores em tendência decrescente (56, 45, 37, nas últimas três semanas, respetivamente). Na cidade, o ensino secundário e superior, que trazem muita gente às ruas, ainda se mantêm em confinamento até à próxima segunda feira, dia 19 de abril. Neste dia abrem também em Coimbra lojas e centros comerciais, na terceira fase de desconfinamento.

No país, em risco muito elevado de contágio estão os municípios de Nordeste (1.049) e Vila Franca do Campo (1.312), ambos nos Açores, que registam incidências acumuladas superiores a 960 casos por 100 mil habitantes.

Dos 29 concelhos, três registam um acumulado, nos últimos 14 dias, de mais de 480 casos por cada 100 mil habitantes: Machico (581), Barrancos (551) e Odemira (757).

Sete concelhos têm valores acima dos 240 casos por 100 mil habitantes: Alandroal (361), Aljezur (304), Portimão (382), Resende (385), Rio Maior (309), Moura (313) e Penela (334).

fonte: noticias de coimbra