Exames nacionais começam hoje com quase 41 mil alunos a fazer a prova de Português

66

A 1.ª fase dos exames nacionais do ensino secundário arranca hoje às 09:30 com a prova de Português, que vai avaliar quase 41 mil alunos do 12.º ano, entre os mais de 150 mil inscritos para os exames deste mês.

De acordo com os dados estatísticos divulgados pelo Ministério da Educação, há 151.863 alunos inscritos para realizar 246.499 provas nesta fase, que só termina a 16 de junho.

Os primeiros a mostrar aquilo que aprenderam no secundário são os 40.966 alunos do 12.º inscritos no exame de Português.

À semelhança do ano passado, os exames nacionais voltam a realizar-se com um conjunto de regras excecionais introduzidas devido à pandemia de covid-19, não sendo obrigatórias para a conclusão do secundário.

Por isso, o número de alunos inscritos está, mais uma vez, abaixo dos anos anteriores e quase 60% participam exclusivamente com o objetivo de concorrer ao ensino superior.

Biologia e Geologia volta a ser a disciplina mais concorrida, com 42.055 inscritos, seguindo-se Português (40.966), Matemática A (39.398) e Física e Química A (38.372).

Ao contrário do que ficou decidido no ano passado, este ano os alunos vão poder realizar exame para melhorar a nota da classificação interna, uma medida imposta pela maioria da Assembleia da República.

Biologia e Geologia e Física e Química A são as que têm um maior número de alunos inscritos para esse fim, com 7.681 e 5.755 inscrições, respetivamente.

Já Português e Matemática A são as provas mais usadas para candidatura ao ensino superior, com 39.317 e 38.422 inscritos, respetivamente, com esse objetivo.

Em termos de estrutura das provas, o Ministério da Educação decidiu também manter uma novidade do ano passado, de forma a mitigar os efeitos negativos dos meses em que os alunos estiverem em regime de ensino a distância, com a introdução de um segundo grupo de perguntas, de resposta facultativa em que conta a melhor resposta.

A medida resultou numa subida generalizada das notas médias, que no caso de algumas disciplinas chegou aos três valores e, por isso, o Instituto de Avaliação Educativa (IAVE) trocou o peso da balança e haverá mais perguntas de resposta obrigatória.

Depois de Português, segue-se a prova de Física e Química A que decorre a 08 de julho, pelas 09:30; Matemática A a 13 de julho, também às 09:30; e Biologia e Geologia a 15 de julho, à mesma hora.

A 1.ª fase de exames do ensino secundário termina a 16 de julho, com a prova de Geografia A.

Este ano, a pandemia da covid-19 voltou a obrigar a um adiamento das duas fases dos exames nacionais, na sequência da interrupção letiva de duas semanas no início do ano, devido ao agravamento da situação epidemiológica em Portugal.

Os alunos que não conseguirem ir a exame nesta 1.ª fase por estarem infetados com SARS-CoV-2 ou em isolamento profilático vão poder ir a exame só em setembro, durante a 2.ª fase, e candidatar-se mesmo assim à 1.ª fase do concurso nacional de acesso ao ensino superior.

fonte: noticias de coimbra