Fernando Pimenta com medalhas de ouro e prata na Taça do Mundo

34

O canoísta português Fernando Pimenta conquistou hoje o ouro em K1 1.000 metros e a prata em 500 metros na Taça do Mundo de Velocidade de Szeged, num dia com ‘metais’ também para Joana Vasconcelos e Norberto Mourão.

Na prova que decorre até domingo na cidade húngara de Szeged, Fernando Pimenta, que chegou às 99 medalhas em competições internacionais, venceu os 1.000 metros em 3.26,48 minutos, superando por 24 centésimos de segundo o húngaro Balint Kopasz, campeão do mundo em título.

Mais tarde, nos 500 metros, foi Kopasz a levar a melhor, com um tempo de 1.36,47 minutos, pouco mais de dois segundos mais rápido do que o português, segundo classificado.

Pimenta, medalha de prata nos Jogos de Londres2012 em K2 1.000 metros, pode chegar à 100.ª medalha internacional no domingo, uma vez que participa na final de K1 5.000 metros, distância em que foi campeão do mundo em 2017 e 2018, com um bronze nos Mundiais de 2019, precisamente em Szeged.

A prova também registou uma medalha para Joana Vasconcelos, com bronze em K1 200 metros, depois de ter sido segunda na meia-final, acabando por fazer um tempo de 41,20 segundos na decisão das medalhas, atrás da vencedora, a húngara Anna Lucz, e da sueca Moa Wikberg, medalha de prata.

A canoísta olímpica apurou-se ainda para a final de K1 500 metros, ao vencer a sua meia-final com um tempo de 1.51,29 minutos, podendo somar novo ‘metal’ no domingo.

Na paracanoagem, Norberto Mourão somou nova medalha, com o terceiro lugar em VL2 500 metros, atrás dos russos Igor Korobeynikov, primeiro, e Roman Serebryakov, segundo, depois de ter conquistado a prata na sexta-feira nos 200 metros.

fonte:noticias de coimbra