GNR e PSP alertam: “Não atropele os seus planos”

36

A GNR, a PSP e a Autoridade Nacional de Segurança Rodoviária vão lançar na terça-feira a Campanha de Segurança Rodoviária “Não atropele os seus planos”, para alertar condutores e peões para o cumprimento das regras e evitar atropelamentos.

Em comunicado, a Polícia de Segurança Pública (PSP) e a Guarda Nacional Republicana (GNR), adiantam que a campanha, decorrerá até quarta-feira em algumas zonas do país, inclui ações de sensibilização da Autoridade Nacional de Segurança Rodoviária (ANSR) e operações de fiscalização com especial incidência no cumprimento das regras do código da estrada e legislação complementar relativas à correta circulação de viaturas e peões.

Na nota, a GNR, a PSP e a ANSR lembram que “combater os atropelamentos é uma responsabilidade de todos, condutores e peões”, salientando que entre 2010 e 2019 morreram mais de 1.500 pessoas vítimas de atropelamento.

Alertam também que a “probabilidade de um peão morrer vítima de atropelamento é de 10% se o condutor circular a 30 quilómetros por hora, aumentando mais de oito vezes (80%) se a velocidade for de 50 quilómetros por hora”.

Por isso, a PSP, a GNR e a ANSR destacam que os peões têm de fazer a sua parte nomeadamente atravessar nas passadeiras, respeitar a sinalização, não utilizar dispositivos que distraiam, como por exemplo auscultadores ou telemóvel.

Alertam também que a circulação de condutores e peões sob o efeito do álcool é extremamente perigosa.

“Mais de um terço dos condutores e quase um quinto dos peões que foram autopsiados pelo Instituto Nacional de Medicinal Legal e Ciências Forenses, tinham uma taxa de álcool igual ou superior a 0,5g/l”, salientam.

Esta campanha está inserida no Plano Nacional de Fiscalização, enquadrado no Plano Estratégico Nacional de Segurança Rodoviária – PENSE 2020, que tem como desígnio “Tornar a Segurança Rodoviária uma prioridade para todos os Portugueses”.

O PENSE prevê a realização de campanhas de sensibilização em simultâneo com operações de fiscalização, em locais onde ocorrem regularmente infrações que representam um risco acrescido para a ocorrência de acidentes.

FONTE: NOTICIAS DE COIMBRA