Iniciativa Liberal acusa Câmara de Coimbra de propagandear obras em execução

141

O cabeça de lista da Iniciativa Liberal à Câmara de Coimbra nas eleições autárquicas, Tiago Meireles Ribeiro, acusou hoje a câmara liderada pelo socialista e candidato Manuel Machado de ter cartazes na cidade a promover obras em execução.

“Condenamos o uso inapropriado de bens públicos para propaganda eleitoral”, afirmou Tiago Meireles Ribeiro à agência Lusa, explicando que “existe propaganda espalhada referente a pequenas obras que estão a ser feitas”.

O candidato liberal detalhou que a autarquia da capital de distrito tem cartazes junto a “pequenas obras para angariar votos sob o pretexto de “Valorizar Coimbra”, o ‘slogan’ usado pela candidatura de Manuel Machado em 2013 e mais tarde usado pelo município, após a sua eleição.

Apesar das críticas, não pretende formalizar a queixa na Comissão Nacional de Eleições por “estar focada em espalhar a sua mensagem”, refere a Iniciativa Liberal, que hoje tem, ao longo do dia, sessões de diálogo com os eleitores sobre espaços verdes.

Em vez de projetos para captar votos, a Iniciativa Liberal propõe “medidas concretas” para melhorar o dia a dia dos conimbricenses, defendendo a “revitalização dos espaços verdes, que não pode ser só um cartaz na rotunda”.

A candidatura quer também requalificar a zona envolvente da Mata Vale Canas, a criação de um corredor verde entre as duas margens do Rio Mondego, um plano de combata às espécies invasoras, um plano de arborização e outro para as hortas urbanas.

“Coimbra tem muito para fazer e, por isso, temos de eleger um vereador liberal”, pediu o cabeça de lista.

Nestas eleições autárquicas, concorrem à Câmara de Coimbra o atual presidente da Câmara de Coimbra, Manuel Machado (PS), José Manuel Silva (coligação PSD/CDS-PP/Nós, Cidadãos!/PPM/Volt/RIR/Aliança), Francisco Queirós, (CDU), Gouveia Monteiro (Cidadãos por Coimbra), Miguel Ângelo Marques (Chega), Filipe Reis (PAN), Tiago Meireles Ribeiro (Iniciativa Liberal) e Inês Tafula (PDR/MPT).

Nas anteriores eleições, o PS conquistou cinco mandatos na Câmara de Coimbra, a coligação PSD/CDS-PP/MPT/PPM conseguiu três, o movimento Somos Coimbra alcançou dois e a CDU um.

fonte: noticias de coimbra