Ministério Público quer Jorge Jesus a testemunhar no caso Rui Pinto

29

Em causa estão detalhes contratuais revelados no site Football Leaks, em 2015, altura em que Jorge Jesus treinava o Sporting.

O Ministério Público quer que Jorge Jesus testemunhe em tribunal contra Rui Pinto. A notícia é avançada esta terça-feira pelo Público. Segundo o jornal, a procuradora Marta Viegas quer ainda ouvir as testemunhas Paulo Nunes e Filipe Çelikkaya, técnicos da formação.

Os três terão sido vítimas das alegadas intrusões informáticas do criador do Football Leaks. No caso concreto de Jorge Jesus, a perícia efetuada dá conta de que Rui Pinto terá acedido ao e-mail do então treinador do Sporting, em 21 de julho de 2015.

O Público salienta que “a publicação dos detalhes contratuais de Jorge Jesus no Sporting foi uma das primeiras revelações importantes feitas no site do Football Leaks”, mas que várias “personalidades” indicadas pelo Ministério Público não chegaram a apresentar queixa contra Rui Pinto. Entre elas, está o agora treinador do Benfica.

Rui Pinto, por questões de segurança, está agora inserido no programa de proteção de testemunhas. No entanto, é obrigado a apresentações semanais à Polícia Judiciária.

A alteração da medida de coação foi decidida pela juíza titular do processo, Margarida Alves, presidente do coletivo de juízes que vai julgar Rui Pinto, na sequência de um requerimento apresentado pela defesa do arguido a pedir a sua libertação. Todavia, a magistrada Marta Viegas, “receia que fuja do país e continue ativo como pirata informático”.

fonte:sapo