Morreu cofundador do ‘ice bucket challenge’ aos 37 anos

24

Um dos cofundadores do ‘ice bucket challenge’ [desafio do balde de gelo], que angariou mais de 200 milhões de euros em todo o mundo para a investigação da doença de Lou Gehrig, morreu no domingo.

A doença de Lou Gehrig, também conhecida como ELA, é uma doença do sistema nervoso que ataca as células nervosas no cérebro e na espinhal médula e não tem cura.

Pat Quinn foi diagnosticado com Lou Gehrig, em 2013, um mês após o 30.º aniversário, lembrou a associação ELA, numa declaração em que anunciou a morte de Quinn.

“Pat lutou contra a ELA com positividade e bravura e inspirou todos à sua volta”, disse.

“Aqueles de nós que o conhecíamos estão devastados, mas agradecidos por tudo o que ele fez para fazer avançar a luta contra a ELA. Os nossos pensamentos estão com a família Quinn e com todos os amigos e apoiantes. Pat foi amado por muitos de nós dentro da comunidade ELA e em todo o mundo”, de acordo com a mesma nota.

Em 2014, Quinn viu o ‘ice bucket challenge’ crescer de forma exponencial nos meios de comunicação social e nas redes sociais, com o desafio, a ser replicado por centenas de milhares de pessoas, incluindo artistas e desportistas.

Os vídeos ‘online’ foram vistos milhões de vezes.

O desafio “acelerou dramaticamente a luta contra a ELA, levando a novas descobertas de investigação, a um maior cuidado com as pessoas que vivem com a ELA, e a um investimento significativo do governo na investigação da ELA”, salientou a associação.

fonte: noticias de coimbra