Penela: Luís Matias repudia “com veemência” imputação de crime

29

O presidente da Câmara de Penela refutou, hoje, e repudiou “com veemência”, a imputação que lhe foi feita, sob anonimato, de alegada autoria de um crime de peculato de uso.

Em resposta ao jornalista Rui Avelar, que instou o edil a prestar esclarecimentos, dada 48 horas depois do envio de um requerimento ao autarca, Luís Matias diz que, perante “as afirmações caluniosas e atentatórias” do seu bom nome, os visados já encetaram as diligências tendentes à identificação dos autores da referida mensagem anónima e ao “consequente procedimento adequado”.

 “Ou a sobredita mensagem consiste numa calúnia ou cabe a Vª. Exª. indicar” ao jornalista “os contornos de um acidente alegadamente ocorrido com um veículo pesado da Câmara Municipal de Penela, eventualmente conduzido pelo presidente da autarquia”, pode ler-se na mensagem do jornalista para Luís Matias.

fonte:noticias de coimbra