Quatro feridos ligeiros em desabamento provocado por “erro” em obras na Praça de Espanha

131

O desabamento ocorrido hoje no Metro de Lisboa provocou ferimentos ligeiros em quatro pessoas e, segundo o município, foi motivado por “um erro” nas obras que decorrem na Praça de Espanha.

No local, o vereador com o pelouro da Proteção Civil, Carlos Castro, indicou aos jornalistas que se tratou de “um incidente decorrente da obra” que está em curso na Praça de Espanha e que foi determinada a abertura de um inquérito, assumindo-se já que ocorreu “um erro do ponto de vista de intervenção na obra”.

Na altura do acidente, referiu, estavam cerca de 300 pessoas na composição que passava no local quando ocorreu o desabamento.

Fonte do Instituto Nacional de Emergência Médica (INEM) disse à Lusa que dois feridos foram transportados ao Hospital de Santa Maria.

De acordo com a mesma fonte, o INEM recebeu o alerta para uma ocorrência na Avenida Columbano Bordalo Pinheiro, onde prestou assistência no local a duas mulheres de 25 e 26 anos.

Apesar de todos terem sofrido “ferimentos ligeiros, duas vítimas foram transportadas ao hospital, um homem de 27 anos e uma mulher com 54”.

Inicialmente, fonte do Comando Metropolitano de Lisboa da PSP dava nota de que o desabamento teria ocorrido em obras do Metro de Lisboa, na estação da Praça de Espanha.

A mesma fonte adiantou à Lusa que o alerta para o incidente foi dado cerca das 14:30.

Fonte do Metropolitano de Lisboa disse que a circulação na linha Azul está interrompida desde as 14:23, altura em que se deu o “abatimento de um teto” entre a estação de São Sebastião e a Praça de Espanha.

A mesma fonte referiu estarem a ser “apuradas as causas”.

fonte:noticias de coimbra