Rui Rio diz que será “mau para o país” se Ventura tiver votação “grande e expressiva” nas presidenciais

88

O presidente do PSD, Rui Rio, afirmou hoje que “será mau para o país” se o líder do Chega e candidato a Belém André Ventura tiver uma votação “grande e expressiva” nas eleições presidenciais.

Em entrevista à Antena 1, Rio escusou-se a responder se preferia ver Ana Gomes ou André Ventura em segundo lugar nas presidenciais de 24 de janeiro.

“Obviamente que, para o país, acho que será mau se o líder do Chega, dr. André Ventura, tiver uma votação grande e expressiva. Não é bom para o país porque o discurso que ele tem feito é um discurso que não gostaria que fosse fortemente premiado em eleições”, disse.

Na mesma entrevista, Rio disse ser “vital” para o PSD ter um bom resultado nas autárquicas do próximo ano e disse partir para as disputas em Lisboa e Porto “com vontade de ganhar” e não apenas “por um resultado jeitoso”, escusando-se a falar em nomes de possíveis candidatos.

À Antena 1, o presidente do PSD voltou a criticar o dinheiro público que já foi colocado pelo atual Governo no Novo Banco e na TAP, calculando que daria para construir “16 hospitais centrais ou mais de 2.000 centros de saúde”, e classificou como “um desaforo” os aumentos de vencimentos dos administradores da transportadora aérea.

fonte: noticias de coimbra